Temáticas para esta edição:
Sessões plenárias

O futuro das artes no mundo: novo paradigma pós-pandemia?

palavras-chave: ensino à distância; era digital; as artes nas grandes crises; inovação


Nada disto é novidade ou desconhecido da maioria, quase total, das pessoas: encontramos-nos a enfrentar uma das maiores crises da história da humanidade. Desde o dia 11 de março de 2020, quando a OMS declarou a pandemia por coronavírus, que tudo, mesmo tudo, mudou. Contamos já com milhares de vítimas espalhadas por todos os continentes, famílias inteiras desempregadas ou em teletrabalho, colapsos nos sistemas regionais de saúde, fronteiras, escolas e empresas encerradas e uma economia que precisa, com urgência, de dias melhores. Enquanto esperamos a imunidade coletiva prometida pela tão ansiada vacina, cabe-nos refletir sobre qual o panorama das artes e da educação artística quando tudo voltar ao, digamos, normal – mesmo que seja um normal diferente do antigamente.
Qual o papel das artes neste novo mundo? E da educação através das artes? Vamos reinventar a escola que conhecemos? Continuaremos a apostar no ensino digital e à distância? E as relações humanas, como ficarão?

Inteligência emocional - As artes e a educação para a empatia

palavras-chave: psicologia; inclusão; educação socioemocional


O que sentimos é uma parte importante de quem somos e tem um papel extremamente importante durante toda a nossa vida. Desta forma, é essencial para o ser humano viver bem consigo próprio e com o mundo que o rodeia, tendo a capacidade de reconhecer e gerir as suas próprias emoções e respeitar as dos outros. Através das várias áreas artísticas, como o teatro, a dança, a música, a pintura, o desenho e outras, o nosso lado emotivo é despertado. Desta forma em especial, porque desperta emoções, a arte é encarada como um bom estímulo para a inteligência emocional.
De que forma a arte pode ajudar a desenvolver a sensibilidade emocional e social dos alunos? E potenciar o desenvolvimento de indivíduos emocionalmente inteligentes? Como pode a arte facilitar o reconhecimento e respeito pelas emoções daqueles que nos rodeiam? Será que a arte facilita a empatia de que tanto se necessita, promovendo o respeito ao diferente?

Da comunidade para a escola - Contributos externos para a educação artística

palavras-chave: museus; galerias; associações culturais; projetos artísticos independentes


O conceito de educação, nos nossos dias, ultrapassa largamente o espaço físico da escola e pode e deve ser articulado com outras instituições culturais, como complemento à construção do conhecimento, proporcionando aos alunos o desenvolvimento de outras aprendizagens.
Qual o papel dessas instituições na comunidade onde se inserem? Que relações têm com as escolas ao seu redor e que ações educativas oferecem? Que mais-valias poderão apresentar estas relações? De que forma se podem, ainda, estreitar mais estes laços relacionais?

Temas a debate

O espaço das artes na escola

palavras-chave: salas de aula do futuro; espaço físico; as artes no currículo; ocupação de tempos livres


Pretende-se, com este tema, debater sobre o efetivo papel das artes no seio escolar. Todos conhecemos o papel que as artes têm no currículo mas, e fora dele? Que funções ou formas assume a arte nas nossas escolas? E quanto à sua essência e valorização? Estarão os espaços físicos da escola apropriados a uma oferta artística alargada ou acabam, na realidade, por condicionar essa oferta?

Tenho futuro nas artes?

palavras-chave: testemunhos; artistas a tempo inteiro; artistas por ocupação; ex-alunos de artes


Pretende-se, com este tema, debater sobre o futuro de uma carreira nas artes. Ser artista implica ter outra carreira como primeiro emprego? Vale a pena investir numa carreira artística? Ser artista português hoje é o quê? E ser criativo? Quanto vale uma ideia, uma obra, uma performance?